Telhado em Estrutura Metálica

Além de garantir estanqueidade, a correta especificação de telhas metálicas, para telhados em estrutura metálica, deve considerar a dimensão dos vãos livres, grau de inclinação, durabilidade do material e conforto termo acústico.

Os sistemas de coberturas metálicas se diferenciam pelo material do qual as telhas são compostas, por sua geometria e pela técnica de montagem.A arquitetura e os detalhes técnicos da obra é que definirão o modelo mais adequado a cada caso.

Conheça os principais tipo de telhas usadas nas coberturas metálicas e sua aplicação.

 

TELHAS ONDULADAS – As telhas ONDULADAS geralmente são aplicadas em estruturas em forma de arco e fachadas.

 

TELHAS TRAPEZOIDAL – Já as TRAPEZOIDAL são indicadas para locais onde é solicitada uma constante sobrecarga distribuída, principalmente em coberturas.

 

TELHAS ZIPADA – Já as ZIPADAS são indicadas para locais onde é solicitada uma constante sobrecarga distribuída, principalmente em coberturas. Obras industriais, galpões logísticos e hipermercados costumam se aproveitar das telhas zipadas e das roll-on, que são conformadas no canteiro e podem cobrir grandes extensões, contribuindo para a racionalização do layout interno, e ainda têm rápida montagem. Alguns sistemas permitem a execução de até 3 mil m² de área coberta por dia.

 

TELHAS TERMO ACÚSTICA– Já as TERMO ACÚSTICAS são indicadas para locais onde é solicitada um ambiente com temperatura controlado, industrias alimentícias, areá de produção, estruturas com altura inferior a 5,0 mts, entre outros. “O uso de telhas com isolamentos,  térmicos, minimizam essas características indesejáveis.

 

 

TELHAS TRANSLUCIDAS– Já as TRANSLUCIDAS são indicadas para locais onde é solicitada um ambiente com muita iluminação;

Atualmente, também muito utilizado em obras com coberturas a partir de 3000 m2, esse tipo de telha tem sido amplamente substituível pelo sistema de iluminação mais eficiente e econômico no médio e longo prazo. Conhecido principalmente como Domus.

 

SISTEMA ILUMINAÇÃO NATURAL – DOMOS– o  sistema modular foi criado para ser utilizado na grande maioria das telhas zipadas existentes no mercado, podendo ser instalado em telhas zipadas com vão útil entre 410 e 500mm. Sua fixação é realizada diretamente sobre as terças da cobertura, deixando todo o telhado em telhas zipadas livre do sistema de domos.

 

CRITÉRIOS DE ANÁLISE PARA A INSTALAÇÃO DE COBERTURAS METÁLICAS

Projetar um sistema de cobertura envolve a análise de muitos mais aspectos do que apenas garantir estanqueidade e vedação. Em primeiro lugar há a necessidade de compatibilização com os projetos estrutural, de arquitetura e de instalações. “O ideal é que a estrutura atenda aos aspectos arquitetônicos da cobertura com relação a inclinações, raios e geometria.

O grau de inclinação do telhado é outro ponto a ser estudado. Normalmente, para as telhas com comprimento de água inferior a 12 m e sem sobreposição, recomenda-se 5% de declividade para escoamento da água pluvial. Mas há sistemas que podem ser executados com caimentos de 3% (zipados) e até 1% (roll-on); a vantagem da inclinação menor está associada ao maior aproveitamento interno, a pé-direito útil mais amplo e à economia com estruturas e áreas de fechamento. Isso pode ser determinante em obras industriais e do segmento de logística

 


Veja outros artigos em nosso site